Faça acontecer

Acho totalmente intrigante como de uma hora para outra, com um simples empurrão, você começa a pensar e lembra de tudo o que sempre quis e talvez até encontre seu “propósito de vida”, e mais do que isso, tem empolgação, disposição e ansiedade suficiente (isso eu tenho de sobra) para começar a escrever desesperadamente sobre mil coisas, sobre assuntos que sempre te moveram, como o amor, os sonhos e os projetos voluntários mais amorzinhos que eu poderia querer fazer!  Continuar lendo “Faça acontecer”

Anúncios

Meu cais, minha paz

Desde já peço licença para os não cristãos ou intolerantes porque quero falar de algo, mais especificamente alguém, que rege a minha vida, quero falar de Deus e da minha fé.

Você pode acreditar em uma árvore, em curandeiros, em vários deuses, em Deus ou até mesmo no Universo, nenhuma dessas crenças são erradas e, por isso, não permita que ninguém lhe fale isso, mas saiba também que a sua não é a certa, a de ninguém é, até porque não temos como provar isso, apesar do que muito extremistas acreditam. Continuar lendo “Meu cais, minha paz”

Amor de lembrança

O amor é silencioso e está, muitas vezes, presente nas lembranças que resgatamos ao ver algo no dia a dia, como o que presenciei esses dias na minha casa. Minha mãe ligou para o meu pai que ainda estava trabalhando perguntando do carregador do celular e, antes que desligasse o telefone, disse a ele algo que ela tinha visto na rua na volta do mercado, um casal de namorados andando de bicicleta. Continuar lendo “Amor de lembrança”