Inconstante

Às vezes o vento bate e com ele me leva e às vezes me traz

Às vezes quero correr de volta e às vezes só quero adiantar o futuro

Às vezes perguntou incertezas e às vezes juro de pés juntos

Às vezes fujo, mas na maioria dos “às vezes” me encontro

Às vezes me afogo em lágrimas, mas às vezes – e aqui também em sua maioria – flutuo em sorrisos

Às vezes pergunto se é possível, mas também nunca deixo de acreditar

Às vezes a realidade me escapa, mas às vezes consigo voltar e ali permaneço

Às vezes passo despercebida e às vezes faço me notarem

Às vezes sou eu, apenas uma, apenas eu, às vezes me divido e multiplico

E às vezes essas divisões e multiplicações traduzem-se em ideias, desejos, anseios, felicidades, medos e angústias

Às vezes (muitas) bato o pé, mas às vezes lembro de ceder

Às vezes a preguiça toma conta, mas às vezes tomo conta dela e a transformo, realizo

Às vezes esqueço, mas às vezes lembro e faço acontecer

Às vezes quero, e nessas ninguém me segura

Às vezes me descrevo em 10 linhas exatas e às vezes poderia descrever-me em livros inteiros

Às vezes não sei, mas quero saber

Às vezes continuo, mas às vezes preciso parar

Às vezes sou inconstante, mas sigo amando constantemente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s